Creme de Inhame com Frutas


  • 4 inhames pequenos cozidos ou 2 médios
  • 10 morangos ou outra fruta de sua preferência, fresca ou congelada.
  • Açúcar demerara, mel ou melaço de cana para adoçar
  • Água para alcançar a textura

Modo de preparar:

Bata os inhames com a fruta no liquidificador junte o mel, melaço ou açúcar e coloque a água aos poucos até adquirir a consistência desejada. Leve para gelar e sirva.


Orientação Postural para Odontólogos

A primeira posição de trabalho adotada pelos dentistas foi a bipedestação. Os equipamentos utilizados eram fixos e não lhes permitiam outro posicionamento. Atualmente os equipamentos são mais apropriados, o mocho (cadeira do odontólogo) é regulável permitindo ao profissional adotar uma postura mais adequada durante o período de trabalho.
    Porém mesmo com a modernidade, os problemas nos músculo esqueléticos continuam sendo frequentes entre estes profissionais. Muitos não conseguem manter uma boa postura por não se adaptarem, ou por não possuírem uma musculatura bem preparada.

    Ao observar os dentistas em atividade, verifica-se que o posicionamento sentado faz com que adotem padrões de movimento, como o aumento da tensão no pescoço, projeção anterior da cabeça, falta de apoio para a coluna, braços abertos, ombros fechados e encolhidos na direção das orelhas, além do uso demasiado das mãos para movimentos finos e específicos. Com estes padrões os resultados podem ser dores nos ombros, cotovelos e mãos, espasmos musculares, varizes (má circulação de membros inferiores pela posição estática), hérnia de disco, tendinites e muitas outras lesões que podem inclusive levar a incapacitação profissional.
Como dica neste dia do dentista aí vão alguns exercícios que devem ser feitos diariamente depois do trabalho.

Baixe em PDF para melhor visualização. Link: Alongamentos para pescoço, ombros e membros superiores



   

Salada de Arroz Negro


  • 500gr de arroz castanho ou arroz selvagem (são dois tipos diferentes,que dão o mesmo resultado)
  • 500gr de ervilha pré-cozida, lentilha ou milho pré-cozido ou germinado no caso da lentilha
  • 1 cebola roxa picada
  • 1 limão espremido
  • Sal, azeite, salsa e cebolinha à gosto

Modo de preparar:

Deixe o arroz de molho pelo mínimo de 4 horas, se a lentilha não for germinada, deixar de molho pelo mesmo tempo. 
Escorra a água do molho e leve o arroz para cozinhar sem nada, quando começar a ferver adicione o sal e a lentilha crua. 
No caso do milho e da ervilha, espere o arroz ficar um pouco mais macio para não cozinhar demais. 
Depois de cozidos, deixe esfriar um pouco e junte a cebola, o cheiro verde e tempere com o limão, azeite e sal.
Leve para gelar e sirva frio.

Quibe Vegano


  • 250gr de trigo para quibe
  • 1 xícara de sobras de leite vegetal (gergelim, castanha do Pará, castanha de caju ou amêndoa)
  • 2 cenouras medias raladas
  • 2 abobrinhas medias raladas
  • 1 cebola picada
  • Hortelã picada à gosto
  • Suco de um limão
  • Azeite a gosto
  • Sal, cominho, pimenta síria, pimenta do reino, cúrcuma e temperos de sua preferência.

Modo de preparar:

Hidrate o trigo por aproximadamente 1 hora, esprema bem para tirar toda a água. Junte todos os ingredientes misturando bem. 
Coloque em uma travessa untada com um pouco de azeite e leve ao forno 200º por aproximadamente 15 minutos. 
Se preferir pode fazer os quibes pequenos e assar ou fritar em óleo de boa qualidade.

O que são ácidos graxos?

São gorduras não produzidas pelo nosso corpo e que devem ser consumidas na dieta. Fazem parte desta categoria o ômega 3 e o ômega 6. 

Estas gorduras são essenciais para o funcionamento do cérebro, coração e músculos de forma geral. A proporção ideal de consumo destes ácidos graxos insaturados deveria ser de 1:1, no máximo 1:2, porém o que vemos hoje é para cada porção de ômega

3, ingere-se de 15 a 50 porções de ômega 6.

O ômega 3, encontrado basicamente na forma de gordura animal (óleos de peixe, krill, fígado de bacalhau), tem efeito anti-inflamatório, melhora a resposta celular à insulina, previne doenças

cardiovasculares, artrites, diabetes e outras doenças, ativa neurotransmissores, aumenta seu nível de energia e habilidade de concentração, fornece maior resistência a doenças comuns como gripes e resfriados e auxilia a recuperação de células danificadas.

O ômega 6, presente principalmente em óleos vegetais de sementes (milho, soja, girassol, canola), em excesso é pró inflamatório, contribui para a resistência à insulina, alteram humor (está associado a doenças psiquiátricas como esquizofrenia, depressão e transtorno bipolar), acelera o processo de envelhecimento, dificultam a aprendizagem e a reparação celular associadas ao câncer. 


É importante ressaltar que não só devemos consumir o ômega 3, como devemos reduzir o ômega 6, pois os benefícios do primeiro não serão alcançados se não houver um equilíbrio. Quanto mais natural for a sua alimentação, menor será a ingestão de ômega 6, já que ele está presente na maior parte dos alimentos industrializados, enquanto os alimentos ricos em ômega 3 são os mais naturais. Busque sempre o equilíbrio.

Prevenção do câncer

        A prevenção do câncer vai um pouco além das campanhas coloridas, ela deve começar com conscientização do que é qualidade de vida.
        Cerca de um mês, tomamos conhecimento de estudos feitos em Harvard, publicados pelo “Jama Internal Medicine”, onde demonstra-se o claro interesse da indústria alimentícia e de bebidas em manipular resultados de pesquisas relacionadas ao açúcar. As informações sobre agrotóxicos, hormônios, transgênicos e alimentos altamente processados ainda são ignorados ela maior parte das pessoas que julgam ser “radicalismo” quem se alimenta com qualidade. Na verdade, já existe até um diagnóstico para quem come saudável: ortorexia.
        Será que as nossas escolhas estão sendo sábias?
Para quem quiser a resposta e quiser saber mais sobre o que é o câncer e como preveni-lo, eu aconselho a leitura do livro de Sonia Hirsch: A dieta do doutor Barcellos contra o câncer (e todas as alergias).


Patricia Santana

Feliz Dia das Crianças!


Eu fui uma criança feliz. Brinquei na rua, corri, caí, ralei joelhos, quebrei dente, pulei muro, levei bolada no nariz, enfim, uma infância rica em experiências motoras. O ballet me trouxe consciência corporal e do espaço que eu preciso para me mover. Estas experiências são fundamentais para a construção da própria imagem.
Colocar uma criança aos seis anos sentada em frente a um quadro negro durante quatro, cinco horas é suprimir seu desenvolvimento neuropsicomotor. Deixá-la em casa depois disso horas na frente da televisão e com jogos eletrônicos, é atrasar sua maturidade física e emocional. A infância a é a fase de expansão, de crescimento, o movimento é parte fundamental do reconhecimento de seu corpo e de sua organização postural.Ouve-se falar muito em déficit de atenção e hiperatividade, mas muitas das crianças com este “diagnóstico” não têm nenhuma noção do próprio corpo, não sabe reconhecer seus desconfortos físicos, que vão das dores do crescimento a problemas auditivos e visuais.
A alimentação é um outro fator que deve ser abordado. Sabemos que o intestino produz boa parte da serotonina (hormônio do humor) e da melatonina (hormônio que regula o sono) no nosso corpo, logo a saúde do intestino interfere no nosso humor e na nossa disposição. Alimentação pobre em nutrientes age diretamente no comportamento das crianças.
No Dia das Crianças, leve seu filho para correr no parque, ensine-o a subir em árvore, andar descalço, ter contato com a natureza da qual ele é parte. Respeitar o próprio corpo é aprender a respeitar o corpo do outro. Visite uma horta, um pomar, ensine-o de onde vem o verdadeiro alimento e mostre como é bom comer comida de verdade.

Patricia Santana

Trufas de Cacau


  • 1 copo de castanha de caju crua sem sal
  • ½ copo de tâmaras sem caroço
  • ¼ copo de cacau em pó
  • 1 pitada de sal marinho
  • 1 colher de sopa de óleo de coco
  • Cacau em pó para enfeitar

Modo de preparar:

Deixe as castanhas de molho pelo mínimo de 4 horas, escorra e bata no processador rapidamente. 
Junte as tâmaras, o cacau, o sal e o óleo de coco e bata até que misturem bem. 
Faça bolinhas, passe no cacau e sirva.

Quibe de Salmão


  • 500gr. de salmão fresco
  • 2 xícaras de quinoa cozida (usei uma xícara da quinoa clara e uma xícara da vermelha)
  • 250gr. de inhame cozido e amassado
  • 2 a 3 dentes de alho
  • Sal, lemmon pepper ou raspas de limão e pimenta do reino branca, gengibre em pó a gosto
  • Cebolinha, Nirá e Hortelã frescos a gosto
Modo de preparar
No processador de alimentos colocar o salmão, as ervas frescas, o alho, o sal e os temperos em pó. Juntar a quinoa e o inhame e misturar bem. Untar uma assadeira com óleos de coco ou azeite, distribuir a massa, fazer cortes do tamanho que será servido, regar com um fio azeite e levar ao forno 200o.C por 10 a 15 minutos.

O Poder do Toque

          Seja um abraço, um aperto de mão, uma dança ou uma massagem, o toque é  um dos meios que nos conduz ao bem-estar físico, emociona...