Quando falta respeito e sobram opressões


As pessoas estão vivendo mais e envelhecendo melhor, os sexagenários de hoje, são bem diferentes dos de 30 anos atrás. Chegar aos 80 anos não é uma raridade, mas a longevidade cobra a conta.
Até os 80 anos os idosos são, em boa parte, independentes tanto física, quanto financeiramente. Alguns se planejaram, outros fazem uso do patrimônio construído ao longo da vida. Ao passar a ponte e se tornar octogenário, os que conseguem viver sem nenhum tipo de auxílio são exceção. Nesta fase os gastos aumentam e a atuação familiar, principalmente dos filhos, se faz necessária.
Quem convive com idosos, sabe que não é uma tarefa muito fácil. Quando existe um vínculo familiar a relação fica ainda mais complexa. As posições  invertem-se e trava-se uma guerra de quem pode mais, de quem desobedece mais, de quem proíbe mais, de quem controla mais. O diálogo e o respeito passam longe dessa convivência e dão lugar a uma ditadura cheia de restrições. Neste momento o idoso é pouco levado em conta, é pouco ouvido. Seus medos, anseios e opiniões são ignorados pelo novos condutores de seus destinos, uma cena triste para quem assiste de fora.  
Envelhecer traz uma série de sentimentos e sensações que antes não existiam, tudo se torna mais difícil, mais trabalhoso. O que antes era feito com rapidez, pode levar semanas de planejamento gerando ansiedade e desconforto. A dependência causa mais medo que a morte e a intransigência de quem lida com o idoso pode agravar seus problemas de saúde.
Por tanto, se você tem pais ou avós idosos, saiba que eles precisam de ajuda e não de controle. Se estiverem conscientes, não devem ser mantidos no escuro quanto a decisões a seu respeito. Se a intenção é diminuir as preocupações ao poupá-los dos problemas que o cercam, saiba que a falta de informação gera ainda mais ansiedade e que esta não é facilmente controlável. Se o idoso estiver demenciado ou completamente inconsciente, procure tomar decisões baseadas no respeito e consideração. Coloque-se no lugar do outro e pense como você gostaria de ser tratado, afinal todos nós seremos velhos um dia.

Comentários

Postagens mais visitadas