Purê de maçã caseiro

Fruto do Pecado Original e que seduziu Branca de Neve, a maça é rica em ferro, fósforo, vitaminas e fibras. O purê de maça substitui o açúcar e pode substituir parte da manteiga deixando seus preparos mais leves e saudáveis.



Rende: 2 xícaras, dependendo do tamanho das maçãs

3 maçãs galas, cortadas em quartos
1 1/3 xícaras de água
1/2 colher de chá de canela
1/2 colher de chá de extrato de baunilha
1 – Retire as sementes das maçãs com uma faca. Se preferir, pode tirar as cascas também, mas mantê-las aumenta a quantidade de fibras do purê e quanto mais fibras, melhor, sempre!
2 – Coloque as maçãs e a água em uma panela pequena, em fogo alto, mantendo pelo menos 5cm até a borda, porque a água vai borbulhar. Espere ferver e aguarde 10 minutos.
3 – Adicione a canela e a baunilha e mexa bem.
4 – Diminua o fogo para o mais baixo possível e, sem a tampa, deixe as maçãs ferverem por 30 minutos, até que fiquem bem macias.
5 – Retire do fogo e espere esfriarem um pouco, mais uns 5 minutos.
6 – Coloque as maçãs e o que sobrou da água – não será muito – em uma batedeira ou um multiprocessador e pulse. Elas devem triturar facilmente e chegarão à consistência ideal.

Receita do site www.cupcakeando.com.br

Como substituir açúcar por purê de maça: para cada ½ xícara de açúcar use ¼ de xícara de purê de maça

Para a manteiga colocar metade da manteiga que está na receita e a outra metade de purê de maça.

Pão de Inhame

Aqui no Movimento Bem Viver já nos declaramos fãs incondicionais do inhame. Recentemente falamos de seu poder e versatilidade e no nosso blog temos muitas receitas com este delicioso tubérculo que está entre os vegetais do mês de setembro. Vamos provar mais uma receita?


Ingredientes:

500gr de Inhame cru
3 colheres de sopa de semente de linhaça
3 colheres de sopa de amido de milho
1 colher de chá de açúcar mascavo
10 gr de fermento biológico
2 ovos
3 colheres de azeite de oliva
1 colher de chá de sal
1 colher de chá de vinagre
300 gr de farinha de arroz
1 xícara de chá de água morna


Modo de Preparo:


Descasque e corte o inhame em pedaços pequenos e coloque no liquidificador com as sementes de linhaça e água morna. Despeje a mistura em um recipiente fundo.
Acrescente o amido de milho, o açúcar e verifique se a massa está apenas morna, pois nesta hora não pode estar quente. junte o fermento biológico e mexa bem, os ovos, o sal, o vinagre e o azeite.
Misture bem e aos poucos jogue a farinha de arroz até virar uma massa com consistência de bolo.
Despeje em uma forma untada e deixe descansar por uma hora.
Preaqueça o forno por 10 minutos e asse na parte alta do forno por aproximadamente 30 minutos.


Inhame cru: Segundo a nutricionista Luciana Ayer, em esclarecimento no livro Deixa Sair de Sônia Hirsch.
"O ácido oxálico, assim como o ácido fítico, está presente naturalmente em diversos alimentos de origem vegetal. Porém, embora seja alardeado por alguns que estes têm princípios antinutricionais, outros trabalhos mostram que há um certo exagero nesta afirmação. A absorção de nutrientes e de nutracêuticos em vegetais acontece de forma satisfatória, a despeito da presença de alguns dos possíveis fatores antinutricionais, uma vez que outros ácidos orgânicos presentes equilibrariam a equação.
Concordo com esta última afirmação pois, se assim não fosse, indivíduos que escolhem comer eminentemente vegetais estariam com deficits nutricionais expressivos (principalmente de minerais, segundo o alarde contra), o que, definitivamente, não acontece.


Não tenho nenhuma tabela que possa te indicar, Sonia. Existem poucas disponíveis e, como todas as tabelas nutricionais, elas são discrepantes entre si.

No que tange a ingestão de inhame cru, que é feita cada vez mais por conta do modismo do suco da luz, fico de olho nos resultados bioquímicos e clínicos. Com exceção de um paciente que apresentou reação alérgica, a maioria não teve nenhum tipo de alteração prejudicial."

Desperdício Zero

O Brasil, ironicamente, está entre os 10 países que mais desperdiçam alimentos no mundo. Cerca de 15 milhões de toneladas de alimentos vão para o lixo todos os anos. Como nós do Movimento bem Viver somos contra jogar comida fora, vamos dar uma dica sobre como aproveitar a banana, fruta do mês de setembro, nestas semanas mais quentes e fazer coisas deliciosas inclusive com a casca.



Banana Congelada

Se perceber que as bananas estão amadurecendo rápido demais por causa do calor, não se apavore, descasque e coloque no congelador. Banana congelada batida com aveia, morango e iogurte viram um delicioso smoothie, se quiser um sorvetinho diferente um pouco de cacau em pó e mel fica uma delícia.
Banana cozida
Cozinhar bananas também é uma ótima saída para evitar o desperdício, pode ser usada para comer pura ou com iogurte no café da manhã.
Em bolos e pães a banana sempre faz sucesso com seus fãs.

Agora sem torcer o nariz, vamos deixar o preconceito de lado e experimentar um aperitivo de casca de banana? Isso mesmo, casca de banana a milanesaA receita é bem fácil. Lave e corte as cascas de banana em retângulos, tempe com seus temperos favoritos, sugiro: sal, pimenta, alho e salsinha, mas fique a vontade para criar. A parte de dentro da casa é um pouco úmida, o tempero adere mais fácil que na parte externa. Para empanar, use farinha de trigo primeiro, depois ovo ou para veganos na água de linhaça* e por último na farinha de rosca. Frite em óleo bem quente e sirva com molhos de sua preferência. * Água de linhaça é um substituto de ovo: coloque 1 colher de sopa de linhaça e 2 colheres de sopa de água e deixe por uma hora. Vai ficar uma “gosminha” que se utiliza em receitas para dar liga.

Quibebe de Abóbora

A abóbora é o fruto da aboboreira e está presente em quase todas as partes do Brasil. Rica em vitaminas C, E, complexo B, betacaroteno, fibras, ferro, fósforo e potássio é versátil e fica ótima em pratos doces e salgados.



Ingredientes
2 kg de abóbora Cabotía ou japonesa madura
1 colher de sopa de óleo
2 cebolas picadas
Alho amassado
Salsa picada a gosto
Sal e pimenta - do - reino a gosto


Modo de Preparo

Descasque a abóbora e corte em pedaços
Leve ao fogo em uma panela com óleo, a cebola, o alho e a salsa picada;
Tempere com sal e pimenta
Junte duas xícaras de água e cozinhe em fogo brando, com a panela tampada
Se necessário, pingue mais água até amaciar a abóbora
Quando estiver bem macia, sirva quente, acompanhando carne seca desfiada e refogada com cebola e arroz branco

Aproveitando as frutas do mês de setembro, vamos fazer uma Kombucha de caju.

A parte que usaremos é o pseudofruto, pois o fruto real do cajueiro é a semente, a castanha que não pode ser consumida crua por seu alto teor de toxicidade. Nesta poupa encontramos vitaminas principalmente a C e complexo B, aminoácidos, tanino e sais minerais, fazendo dela um isotônico natural.



Passo a Passo da Kombucha de Caju



  1. Corte a fruta em rodelas, descartando a castanha. Corte alguns pedaços em lâminas para enfeitar a garrafa.
  2. Macere  com o socador extraindo o sumo da fruta e passe pela peneira ate ficar só o suco
  3. Coloque primeiro os pedaços da fruta em seguida uma porção do sumo que equivalha a 10% do volume total da garrafa
  4. Complete com o chá que estava fermentando há uma semana, feche a garrafa e deixe fora da geladeira por mais 3 dias no mínimo.


Leve para gelar e está pronta!

O Poder do Toque

          Seja um abraço, um aperto de mão, uma dança ou uma massagem, o toque é  um dos meios que nos conduz ao bem-estar físico, emociona...