Pão de Inhame

Aqui no Movimento Bem Viver já nos declaramos fãs incondicionais do inhame. Recentemente falamos de seu poder e versatilidade e no nosso blog temos muitas receitas com este delicioso tubérculo que está entre os vegetais do mês de setembro. Vamos provar mais uma receita?


Ingredientes:

500gr de Inhame cru
3 colheres de sopa de semente de linhaça
3 colheres de sopa de amido de milho
1 colher de chá de açúcar mascavo
10 gr de fermento biológico
2 ovos
3 colheres de azeite de oliva
1 colher de chá de sal
1 colher de chá de vinagre
300 gr de farinha de arroz
1 xícara de chá de água morna


Modo de Preparo:


Descasque e corte o inhame em pedaços pequenos e coloque no liquidificador com as sementes de linhaça e água morna. Despeje a mistura em um recipiente fundo.
Acrescente o amido de milho, o açúcar e verifique se a massa está apenas morna, pois nesta hora não pode estar quente. junte o fermento biológico e mexa bem, os ovos, o sal, o vinagre e o azeite.
Misture bem e aos poucos jogue a farinha de arroz até virar uma massa com consistência de bolo.
Despeje em uma forma untada e deixe descansar por uma hora.
Preaqueça o forno por 10 minutos e asse na parte alta do forno por aproximadamente 30 minutos.


Inhame cru: Segundo a nutricionista Luciana Ayer, em esclarecimento no livro Deixa Sair de Sônia Hirsch.
"O ácido oxálico, assim como o ácido fítico, está presente naturalmente em diversos alimentos de origem vegetal. Porém, embora seja alardeado por alguns que estes têm princípios antinutricionais, outros trabalhos mostram que há um certo exagero nesta afirmação. A absorção de nutrientes e de nutracêuticos em vegetais acontece de forma satisfatória, a despeito da presença de alguns dos possíveis fatores antinutricionais, uma vez que outros ácidos orgânicos presentes equilibrariam a equação.
Concordo com esta última afirmação pois, se assim não fosse, indivíduos que escolhem comer eminentemente vegetais estariam com deficits nutricionais expressivos (principalmente de minerais, segundo o alarde contra), o que, definitivamente, não acontece.


Não tenho nenhuma tabela que possa te indicar, Sonia. Existem poucas disponíveis e, como todas as tabelas nutricionais, elas são discrepantes entre si.

No que tange a ingestão de inhame cru, que é feita cada vez mais por conta do modismo do suco da luz, fico de olho nos resultados bioquímicos e clínicos. Com exceção de um paciente que apresentou reação alérgica, a maioria não teve nenhum tipo de alteração prejudicial."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Poder do Toque

          Seja um abraço, um aperto de mão, uma dança ou uma massagem, o toque é  um dos meios que nos conduz ao bem-estar físico, emociona...